NDE do Curso de Graduação em Geografia
  • Aprovação da proposta curricular no Colegiado de Geografia

    Publicado em 17/09/2022 às 2:44 pm

    Na sexta-feira dia 16 de setembro o Colegiado do Curso de Geografia aprovou a proposta dos dois novos currículos do curso de Geografia (habilitação licenciatura e habilitação bacharelado). A partir de agora as propostas passam a ser analisadas em outros setores da UFSC, mas voltam para correções e ajustes durante o processo (que pode durar até dois anos, a depender as diligências!). Nesse período pode haver mudanças ainda em disciplinas, ementas, bibliografias ou ajustes em regimentos (como TCC, Estágios, Extensão etc).

    Os cursos continuam com entrada por Área Básica de Ingresso (ABI), ou seja o/a estudante escolhe o Curso de Geografia ao entrar, somente na quarta fase é que a matricula passa a ser na Licenciatura ou no Bacharelado. Como no currículo atual, as disciplinas em comum dos dois currículos são espelhadas facilitando a validação.

    Um breve histórico:

    Em 2015 o NDE, com a coordenação do curso de Geografia iniciaram discussões para a construção de um novo currículo, esse trabalho teve continuidade com seminários organizados nos anos de 2017 e 2018, com participação de docentes e discentes. Desse movimento nasceu a proposta do novo currículo e de um desenho inicial da grade do novo currículo (pouco diferente da aprovada!). Quanto ao currículo, as principais questões levantadas pelos participantes, em especial pelo CALIGEO que foi participativo no processo foi: retirada dos PCCs de todas as disciplinas, aumento de disciplinas com debate educacional na licenciatura (em especial teórico-práticas), modificação e criação de disciplinas que aproximassem ao trabalho do profissional Geógrafo (delimitado pelo CREA).

    No ano de 2019 essa grade foi discutida então pelos professores das áreas de cartografia, geografia física e geografia humana, na Geociências, e, e também por professores de Geografia do Departamento de Metodologia de Ensino, bem como foi requisitado a outros departamentos que indicassem mudanças em outras disciplinas (em especial nos departamentos do CED), bem como ao Departamento de Psicologia e Libras. Também foi requisitada ao Departamento de Informática e Estatística que oferecesse uma disciplina básica de estatística a ambos os cursos (bacharel e licenciatura).

    Surgiu ainda em 2019 uma nova legislação sobre currículos das licenciaturas.

    Em 2020 e 2021 o NDE se concentrou em articular as demandas dos docentes, com a proposta oriunda dos seminários de 2017 e 2018.  Bem como, no final de 2021 o NDE passou a divulgar as grades curriculares através dessa página oficial, bem como em reuniões do Colegiado de Curso. Continuamos seguindo a proposta discutida nos seminários de 2017 e 2018. Entendendo que não poderíamos ignorar o trabalho realizado!

    No dia 18 de julho de 2022, o NDE enviou aos docentes do curso de Geografia, e ao CALIGEO, um resumo executivo com a proposta dos currículos. Chegou ao NDE algumas propostas de inclusão e modificações pontuais.

    Gostaríamos de ter mais tempo para aprofundar ainda mais os documentos, contudo, precisamos cumprir prazos UFSC, em função da Curricularização da Extensão, contudo, entendemos também que o currículo não é estático! Ele deve ser continuamente discutido e feito proposições! Ao mesmo tempo, precisamos ter uma base estável de onde partir.

    Portanto, a proposta do currículo do curso de Geografia nas duas habilitações segue um processo histórico que foi construído coletivamente. Evidentemente, nem sempre isso é percebido pelo conjunto dos sujeitos, visto que é um processo com percurso de sete anos.

    PPC_Licenciatura_versão_final

    PPC_Bacharelado_versao_final

    Agradecemos aos docentes membros do NDE que participaram por esses longos anos de muitas discussões, além do trabalho de construção do(s) documento(s).

    Continuamos a disposição para esclarecer dúvidas e apresentar a comunidade acadêmica as propostas que foram encaminhadas. Bem como, a receber ajustes na mesma.

    CURRICULO é processo contínuo! Não se encerra.

     


  • Proposta para novo currículo do Curso de Graduação em Geografia

    Publicado em 17/07/2022 às 6:07 pm

    A proposta do Projeto Pedagógico de Curso (PPC) é realizar atualização dos documentos do curso, sejam as disciplinas, as ementas, a estrutura etc, realizando correções em equívocos que estão presentes no PPC de 2007.1, ao mesmo tempo trazer novos elementos para o Projeto do Currículo de Curso com base nas reuniões do NDE ocorridas entre 2015 e 2021, em especial incorporando ao currículo as necessárias indicações normativas atuais, sem perder as concepções do grupo de docentes de Geografia!

    A proposta do PPC que será apresentada é resultado do trabalho coletivo iniciado em 2015 pelo Núcleo do Docente Estruturante (NDE) inicialmente sobre a presidência do NDE pela Profª Ângela da Veiga Beltrame, de 2016 a 2019 pelo Prof. Dr. Marcelo Accioly Teixeira de Oliveira, e a partir de dezembro de 2019 pelo Prof. Dr. Orlando Ferretti.

    Os membros do NDE estão terminando  os textos completos da proposta para o novo Currículo do Curso de Graduação em Geografia, habilitação licenciatura e bacharelado.

    O Projeto Pedagógico de Curso (PPC), que será apresentado para análise e discussões, é fruto de estudos e debates no NDE. Busca articular necessidades urgentes de correções no atual currículo (que é de 2007.1), com a incorporação de normalizações recentes do MEC e UFSC, entre elas, a curricularização da extensão.

    Importante destacar, o NDE tem exatamente essa função de estudar o currículo e de fazer proposições, cabe as decisões ao Colegiado de Geografia.

    Um novo currículo só iniciará no ano de 2024 ou em 2025, a depender dos trâmites de processos na UFSC e no MEC. Normalmente estes duram quase um ano.

    Veja um resumo da proposta em https://ndegeografia.paginas.ufsc.br/proposicao-que-esta-em-estudo-pelo-nde/

    Depois veja a(s) grades curriculares propostas em https://ndegeografia.paginas.ufsc.br/proposta-da-grade-curricular/


  • Mas como estão os outros cursos de Geografia no país?

    Publicado em 05/04/2021 às 1:10 pm

    Muitas vezes as perguntas são de como os outros cursos de Geografia no país estão encaminhando as discussões sobre adequação a Resolução n. 2 de 2019.

    Estudando outros cursos de licenciatura em Geografia do país notamos que alguns dos cursos não estão fazendo a discussão, em parte porque fizeram adequações recentes (há pelo menos 10 anos!) e em sua maioria estão adequados as normatizações da Resolução n. 1 de 2015!

    Estamos fazendo estudos e comparações com cursos de Licenciatura em Geografia das Universidades Federais. Não estamos pesquisando e nem pretendemos tecer comparações com matriz curricular de Universidades Estaduais,  municipais, particulares, confessionais e comunitárias.

    O estudo das diferentes e diversas matrizes curriculares dos cursos de Licenciatura das Universidades Federais nos indicam que em sua maioria absoluta já tem cursos de licenciatura e de bacharelado com entradas em separado, mantendo uma base específica da Geografia comum. Mudanças essas propostas na reforma curricular da Geografia da UFSC.

    Também observamos que os cursos que mantém 8 semestres para a licenciatura possuem atividades de estágio obrigatório da licenciatura (práticas de ensino) e outras disciplinas voltadas a práticas na Escola, em outro período do dia (em especial cursos noturnos!).

    Para conhecer melhor os outros cursos veja a página. 


  • Por que é necessária a reformulação do currículo do curso de Geografia?

    Publicado em 01/04/2021 às 11:32 am

    O Núcleo Docente Estruturante tem a obrigação de ser responsável pela formulação, implementação, avaliação e pelo desenvolvimento do projeto pedagógico do curso (PORTARIA N.º 233, de 25 de agosto de 2010, UFSC). O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) desde o ano de 2017 passa a observar com mais detalhamento o trabalho do NDE. Em especial através dos avaliadores do INEP, que nos últimos anos estão destinando mais atenção aos documentos comprobatórios do trabalho do NDE do que aos documentos do próprio Colegiado de Curso (sobre Normatização do NDE, DEN/PROGRAD/UFSC)

    O NDE em 2020 e neste ano de 2021 mesmo com as discussões sobre a proposta de reforma precisou também discutir e trabalhar para atender a Resolução Normativa da UFSC 140/2020/CUN que decidiu pelo calendário suplementar excepcional das atividades não presenciais.

    O NDE de Geografia tem a preocupação de cumprir as normativas vigentes e encaminhar os documentos para a discussão no Colegiado de Curso e outras instâncias, a fim de que seja aprovado junto a DEN/PROGRAD e atualizado as informações sobre o currículo e funcionamento do curso junto ao Sistema e-MEC ( e-MEC – Sistema de Regulação do Ensino Superior), esse sistema está construído com base nas legislações vigentes, resoluções e pareceres do Conselho Nacional de Educação (conforme PORTARIA Nº 21, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2017).

    Histórico

    O Curso de Geografia da UFSC possui um currículo que foi discutido e aprovado no ano de 2005/2006 sendo implementado a partir de 2007. O currículo foi construído dentro das normativas de duas resoluções do CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, a RESOLUÇÃO CNE/CP Nº 1, de 18 de Fevereiro de 2002 e a RESOLUÇÃO CNE/CP 2, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2002.

    Contudo, novas determinações foram surgindo ao longo dos anos.

    Na UFSC (como em outras IFs) as horas de ensino são organizadas em horas/aula de 50 minutos, contudo já em 2004 o Parecer CNE/CEB nº 08/2004 indicava a necessidade de seguir a LDB, Lei 9.394/96 quanto ao tempo de 60 minutos como tempo padrão para calculo de horas das atividades de ensino. O currículo de 2007 não seguiu esse entendimento normativo.

    Novamente no ano de 2009 novo Parecer CNE/CEB nº 4/2009, fundamentado na LDB e nas Diretrizes Curriculares Nacionais, indicou definitivamente que duração total do curso deve ser medida em horas legalmente definidas, isto é, de 60 (sessenta) minutos.  Por causa disso, seria preciso rever o currículo de Geografia para verificar se a carga mínima (total da soma da carga horária do curso  em horas/relógio) estava sendo cumprida. Isso não foi feito. O prejuízo é maior nas horas de estágio obrigatório para a licenciatura.

    Ao mesmo tempo o currículo atual possui carga total bem acima das indicadas para os cursos de bacharel e de licenciatura, com as disciplinas tendo um número maior de horas (a maioria 6 h/a para cada disciplina na semana), mas faltando gradear 2h/aula, são gradeadas 4h/aula. O Colegiado de Curso de Geografia inclusive já se posicionou sobre essa questão (ATA COLEGIADO GEOGRAFIA 13_10_assinada). Bem como o Departamento de Geociências (Ata_reuniao_GCN).

    O NDE, o Colegiado de Curso de Graduação em Geografia e o Departamento de Geociências, fizeram recentemente as correções de horas para cada disciplina em 4 horas/aula ou 5 horas/aula (disciplinas que possuem atividade de campo) para o computo das horas de trabalho dos docentes. Necessitando agora a correção também no currículo de Geografia (ver Atas já citadas no parágrafo acima).

    Essas são necessárias para que o curso possa ter avaliação positiva do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SIANES), que faz avaliações periódicas nos documentos dos cursos de graduação (Sinaes – INEP).

    Com o tempo outras Resoluções vieram, a RESOLUÇÃO Nº 1, DE 7 DE JANEIRO DE 2015, que foi bastante debatida pelas entidades públicas em especial as associações profissionais dos docentes e educadores. Essa normativa foi resultado de debates surgidos em 2013 junto ao MEC que culminavam com uma nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e a diretriz para a formação (Resolução n. 1).

    O curso de Geografia da UFSC, no NDE, discutiu profundamente a resolução nos anos de 2016 e 2017, mas não foi encaminhada efetivamente a proposta de novo curso. É com base nessas discussões que nos anos posteriores de 2018 e 2019 o NDE terminou a proposta.

    Infelizmente no final do ano de 2019 surgiu mais uma normativa do Conselho Nacional de Educação a RESOLUÇÃO CNE/CP Nº 2, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2019 que difere bastante da Resolução n. 1 de 2015.  Há ainda um novo PARECER CNE/CP Nº: 14/2020 que reafirma os dispositivos da Resolução n.2. de 2019.

    Além da Resolução n. 2 (que aumenta o número de horas no currículo) há a necessidade do currículo de Geografia implementar a Curricularização da Extensão . Esta curricularização da extensão, ou creditação (curricular) da extensão, é uma das principais estratégias prevista no Plano Nacional de Educação (PNE), foi regulamentada pela Resolução nº 7 MEC/CNE/CES, de 18 de dezembro de 2018.

    Agora o desafio é manter os avanços propostos pelo NDE, e pelas áreas da Geografia, para o Projeto do Currículo de Curso proposto a partir das discussões de 2016 até 2019, e, incorporando ao currículo as necessárias indicações normativas atuais, sem perder nossas concepções!

    Os membros do NDE entendem que há importante evolução no currículo proposto, já que ele está profundamente baseado nas discussões nacionais da Resolução n. 1 de 2015, que preconizam em especial maior presença de disciplinas que tenham ênfase nos processos educativos. Ao mesmo tempo percebemos que não perdemos de forma alguma disciplinas com conteúdos necessários no campo da ciência geográfica!

    Observem com atenção que não há mudanças quanto as disciplinas, mas a criação de disciplinas novas, em função do acréscimo da carga horária da Licenciatura.

    Leia com atenção a proposição do NDE.

     

     

     


  • Informações sobre como estão as discussões no NDE sobre novo currículo

    Publicado em 31/03/2021 às 7:45 pm

    O Núcleo Docente de Geografia (NDE) tem a atribuição regimental de apresentar proposta de projeto de reforma do currículo do Curso de Geografia da UFSC.

    O grupo de professores que atua no NDE assumiu no final do ano de 2019 com a obrigação de levar adiante a reforma do currículo do curso de Geografia iniciada em 2016.

    Nesse sentido, é oportuno explicitar:

    1. O currículo atual do curso de Geografia da UFSC (de 2006) não cumpre totalmente a normativa das RESOLUÇÃO CNE/CP Nº 1, de 18 de Fevereiro de 2002 e a RESOLUÇÃO CNE/CP 2, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2002.( Há equívocos quanto a questão das horas aula, em especial dos estágios obrigatórios. Além disso o currículo traz problemas quando as horas totais das disciplinas. Em 2015 surgiu a normativa do Conselho Nacional de Educação, a RESOLUÇÃO Nº 1, DE 7 DE JANEIRO DE 2015, que foi amplamente discutida pelos educadores do país e diversas entidades, incluindo a AGB. Em 2019, o Conselho Nacional de Educação criou nova normativa a RESOLUÇÃO CNE/CP Nº 2, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2019, essa muito criticada pelas associações nacionais de educadores, em virtude da diferença da resolução anterior, que era muito mais democrática.

    2. Nesse período de 2015 a 2019 o NDE (em comissão anterior) fez discussões abertas no Curso de Geografia, e em 2019 chegou a uma proposta para atender a Resolução do Conselho Nacional de Educação n.1 de 2015. Contudo essa proposta não foi efetivada. Além de atender a Resolução n. 1, a proposta de 2019 visava também corrigir equívocos da Grade Curricular atual do curso de Geografia.

    3. No final do ano de 2019 o NDE atual assumiu com o compromisso de levar adiante a reforma curricular, em especial pela necessária atualização das disciplinas e ementas, e evidentemente pela necessidade do curso de Geografia da UFSC estar atualizado com as normativas vigentes e evitar diminuição de nota ou mesmo a perda de licença para funcionar.

    4. Nesse sentido, o NDE atual estudou os documentos levantados e discutidos de 2016 a 2019, e a estruturação do curso de Geografia com duas entradas em separado para os cursos de Licenciatura e de Bacharelado, e não mais uma entrada única, em função das Resoluções n. 1 e da Resolução n.2 do Conselho Nacional de Educação, que estabelecem em ambas cargas horárias maiores para os cursos de licenciatura do país, com a indicação da carga horária específica. O NDE realizou cenários na tentativa de manter uma entrada única, mas não há possibilidade em função das diferentes cargas horárias e do peso da carga horária das disciplinas da Licenciatura para atender as Resoluções.

    5. Nas discussões do NDE pontuamos a necessidade de ter um perfil do egresso que concilie conhecimentos teóricos e práticos relativos a Geografia.

    6. A proposta do NDE é de dois cursos de Geografia: habilitação Bacharelado e habilitação em Licenciatura. O curso de Geografia, Habilitação Bacharelado tem uma grade proposta de 8 semestres. O curso de Geografia, Habilitação Licenciatura tem 10 semestres. A entrada terá cursos alternados, de bacharel pela manhã iniciando no primeiro semestre, e licenciatura a noite no segundo semestre, invertendo as entradas no ano seguinte  (por exemplo em 2022 o bacharel inicia em março e em agosto a Licenciatura e em 2023 inverte as entradas).

    7. Importante destacar que no currículo atual o curso tem entrada única, com Bacharelado em 8 semestres e a Licenciatura em 9 semestres. Notadamente a coordenação de curso observa que a maioria dos estudantes que faz as duas habilitações tem concluído em 5 anos e meio e 6 anos.

    8. No país, a discussão sobre a RESOLUÇÃO CNE/CP Nº 2, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2019 continua, em especial pela Associação Nacional pela Formação de Educadores (ANFOPE) que faz sérias críticas a Resolução, as mesas críticas que o GT de Educação da AGB concorda inteiramente. Estamos acompanhando as discussões (e não é de hoje!), mas atentos para que o curso de Geografia possa atualizar seu currículo a fim de não perder o reconhecimento do Curso junto ao MEC.

    9. Quanto as reformas curriculares, atualmente os cursos de Geografia no país se dividem em:

    a) Cursos que já fizeram a reforma do currículo atualizando para a RESOLUÇÃO Nº 1, DE 7 DE JANEIRO DE 2015, e que agora fazem debate para atualizar a nova resolução, mas com sérias críticas;

    b) Cursos que não fizeram a reforma proposta pela Resolução n.1 de 2015, como o nosso, e que tem mais pressão do MEC e das reitorias para fazer os ajustes necessários.

    c) Cursos que já estão com as reformulações em debate final para a Resolução n.2 de 2019, esses em menor número e ainda em debate nos colegiados.

    10. Para maiores esclarecimento o NDE irá promover um encontro com técnicos da DEN/PROGRAD para esclarecer as normas atuais e as exigências da Pró-reitoria de Graduação da UFSC.

    11. A presidência do NDE criou uma página https://ndegeografia.paginas.ufsc.br que terá (ainda em construção) os documentos detalhados e as propostas da comissão, além de simulações do currículo.

    12. O NDE organizará espaço (no momento virtuais) para o debate público sobre a proposta dos currículos.

    Prof. Orlando Ferretti, presidente do NDE.


  • Núcleo Docente Estruturante do Curso de Graduação em Geografia

    Publicado em 31/03/2021 às 4:31 pm

    Esta página tem a função de informar a comunidade acadêmica sobre as ações do Núcleo Docente Estruturante de Geografia.